Mar
27
2011
-

Estudantes criam sistema de identificação digital

Cadastro com leitor biometrico digital

Cadastro com leitor biometrico digital

A partir de março, a viagem até a universidade será diferente para os 1,4 mil estudantes de Marau. Criado por alunos, um sistema de identificação digital fará o controle do transporte com um tablet, computador em forma de prancheta e com tela sensível ao toque, e um leitor biométrico.

A ideia surgiu devido aos impasses registrados nas viagens devido ao uso de carteirinhas estudantis. Após ser aceita pela Associação dos Universitários Marauenses (Assuma), a proposta foi aprovada pela prefeitura, que custeia o transporte dos alunos.

Segundo o projeto, cada ônibus terá um tablet com conexão à internet e um leitor biométrico fixados no painel. Quando começar a viagem, o motorista deverá informar a placa do veículo, nome do condutor, data, horário de saída e destino.

Em seguida, o tablet atualizará o banco de dados com as informações dos estudantes via internet móvel. Na hora do embarque, quando o passageiro encostar o dedo no leitor biométrico, o computador exibirá seu cadastro completo, incluindo os dias e turnos de aula.

A partir das informações, o motorista liberará ou não a entrada no ônibus. Antes de sair da cidade de origem, o tablet ainda gerará automaticamente para um servidor instalado na sede da Assuma um relatório completo com a lista de passageiros no veículo e até a rota prevista.

- Com essa tecnologia, há um controle completo e a segurança é total – garante Jonathan Tebaldi, um dos idealizadores do sistema.

Nesta semana, a Assuma iniciou o cadastro dos acadêmicos em sua sede, localizada na Rua Irineu Ferlin, s/nº. Para se cadastrar, é preciso informar dados pessoais, apresentar comprovantes de matrícula e de residência em Marau, levar uma foto e fazer o registro da impressão digital.

A licitação para selecionar as empresas responsáveis pelo transporte universitário está prevista para a próxima quarta-feira, dia 20. Segundo o edital, elas terão que comprar os equipamentos necessários para implantar sistema. O investimento, por ônibus, será de aproximadamente R$ 2,4 mil.

– A fiscalização digital trará segurança e agilidade, além de reduzir gastos e transtornos – afirma Thales Alex Timbola, presidente da Assuma.

Fonte: Clic RBS

Mar
27
2011
-

Morpho anuncia nova linha de encapsulamento de chip para smart cards na sua fábrica de Taubaté – SP

Cartao Inteligente (Smart Card)

A Morpho e-Documents, empresa do Grupo Safran, anuncia o lançamento de uma nova linha de produção completa de módulos de Circuito Integrado (CI) na sua fábrica brasileira, em Taubaté. Esse investimento permitirá que a Morpho produza até 30 milhões de módulos por ano, a partir do primeiro trimestre de 2011.  A nova linha também irá satisfazer uma exigência do governo brasileiro, que é o aumento do valor agregado local na cadeia de produção de cartões inteligentes, para atender às disposições da lei de  incentivos fiscais  do Processo Produtivo Básico (PPB).

A linha de produção de módulos exigiu um investimento de aproximadamente 4 milhões de euros em 2010 para garantir a produção local de cartões de identificação de policarbonato (ID Cards) altamente seguros. O investimento irá fortalecer a posição da empresa como líder local no setor de cartões inteligentes. A Morpho agora possui uma cadeia de produção completa para o novo programa de identificação do Brasil, RIC, que se tornará o meio oficial de identificação no país para os próximos anos.

“A nossa nova linha de produção de módulos permitirá atender às regras do governo brasileiro com relação aos benefícios do PPB. Nossa decisão de investir em uma linha de produção local enfatiza o nosso compromisso de longo prazo para com nossos clientes brasileiros e da América Latina”, diz  Paolo Villasco, Vice Presidente Senior das Américas da divisão e-Documents da Morpho.

A fábrica em Taubaté, no Estado de São Paulo, foi ativada  em 1998 e atende aos mais elevados padrões de segurança, conforme confirmado pela MasterCard, Diners, AMEX e Visa. Mais de 60 milhões de cartões inteligentes são produzidos e personalizados a cada ano.

Sobre a Morpho

A Morpho, empresa de alta tecnologia do grupo Safran, é uma das principais fornecedoras mundiais de soluções para identificação, detecção e e-documents. A Morpho é especializada em aplicações para direitos pessoais e gestão de fluxos, em particular aquelas baseadas em biometria, um setor no qual é a líder mundial, assim como terminais seguros e cartões inteligentes.

A Morpho e-Documents, como uma Divisão da Morpho, é pioneira e líder global na indústria de cartões inteligentes. Desenvolve e implementa tecnologia de ponta para transformar em realidade nossa visão das comunicações móveis sem fronteiras e da segurança digital integrada. A linha de produtos da Morpho e-Documents inclui hardwares, softwares, consultoria e serviços, todos voltados para os cartões inteligentes para beneficiar consumidores e provedores nas áreas de telecomunicações, saúde, identificação e serviços bancários. Os sistemas e equipamentos integrados da Morpho já foram implementados no mundo todo e contribuem para a segurança e proteção de transportes, dados, pessoas e países.

Fonte: SEGS

Mar
19
2011
-

Judiciário de MT terá sistema de identificação de digitais

Leitor Biométrico Digital

Leitor Biométrico Digital

Assessoria

O Poder Judiciário Estadual irá substituir, gradativamente, os atuais equipamentos de registro de horário de entrada e saída de servidores por relógios biométricos. No relógio biométrico, o registro de entrada e saída do servidor é feito utilizando a impressão digital.

O novo sistema será implantado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso e em todas as comarcas do Estado. No total, serão adquiridas 145 unidades de relógios biométricos, conforme a Ata de Registro de Preços nº 117/2010, assinada em 13 de dezembro de 2010. O primeiro pedido de empenho foi de 50 unidades. O prazo de entrega é de 30 dias após a efetivação do empenho.

De acordo com a diretora do Departamento de Recursos Humanos do TJMT, Salma Catarina Barbato Paiva, as primeiras 15 unidades serão instaladas no Tribunal. Após período de adaptação e verificada a inexistência de qualquer problema, a implantação dos novos equipamentos será estendida às Comarcas de Entrância Especial, como Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. Em seguida, às de Terceira, Segunda e Primeira Entrâncias, nessa ordem.

Conforme a diretora do DRH, o sistema impede a ocorrência de qualquer tipo de fraude. Em contrapartida, trará mais segurança e tranqüilidade para o servidor, evitando que ele deixe de registrar a entrada caso tenha esquecido o cartão de ponto em casa ou que a entrada não seja registrada por defeito no equipamento.

A coordenadora administrativa do Tribunal de Justiça, Randis Mayre, explicou que o procedimento licitatório utilizado para a compra dos relógios biométricos foi na modalidade pregão eletrônico e a contratação se deu por meio do Sistema de Registro de Preços, o que ampliou a competitividade e, consequentemente, possibilitou uma aquisição mais vantajosa para a Administração.

Fonte: Mato Grosso Notícias

Template: TheBuckmaker.com Wordpress Themes | Greengeeks Panel, Urlaub Alpen