Jan
04
2011
-

Biometria – Você é a Chave

Tipos de Biometria

Tipos de Biometria

Biometria é o estudo das características físicas e comportamentais dos seres vivos. A Biometria têm sido bastante estudada nas últimas décadas para garantir segurança no meio digital. Algumas características biométricas dos seres vivos tendem a serem únicas a cada indivíduo, ou no mínimo a probabilidade de se encontrar um individuo idêntico é bastante remota.

Hoje a biometria é utilizada desde identificação criminal, até o controle de acessos a sistemas e locais.
Um
sistema Biométrico em geral funciona da seguinte maneira:

1º passo: É feito um procedimento para coleta das características de cada individuo de acordo com o tipo de sistema Biométrico pré-estabelecido pela empresa.
2º Passo: Um software com algorítimo matemático irá mapear os principais pontos da característica extraída. Após a análise do software será gerado um “Template” com as características individuais do indivíduo que estará relacionado a sua identificação. Esse Template será armazenado no banco de dados do sistema.
3º Passo: A verificação da identidade do indivíduo será feita através da extração de uma nova amostra da característica e a comparação com o Template já pré-armazenado no sistema.

Durante o processo para adoção de um sistema Biométrico por uma empresa, vários fatores são levados em consideração. Dentre a eles a Confiabilidade, a possibilidade da característica adotada variar com o tempo, a possibilidade da característica adotada variar com as condições de saúde ou mesmo condições emocionais, é preciso considerar também se a técnica é invasiva ou não, dentre outros fatores. Os principais padrões biométricos adotados hoje em dia são:

Biometria Digital

Biometria Digital

Impressão Digital: Por volta do 6º mês de gestação as impressões digitais se formam na ponta dos dedos do feto. Essas linhas formadas pela elevação da pele irão acompanhar a pessoa por toda a sua existência sem apresentar grandes mudanças. É um método utilizado a mais de mil anos. Apesar de ser um método bastante utilizado, estima-se que entre 5 e 10% da população mundial não possui impressão digital com um nível de amostragem suficiente para gerar um cadastramento.


Biometria Facial

Biometria Facial

Reconhecimento Facial: Identificar um indivíduo através da análise da face é um processo complexo. A idéia está em utilizar um programa que mapeia a geometria e as proporções da face. Pontos como a distância entre os olhos, distância entre boca nariz e olhos, distância entre os olhos e o queixo, entre outros, são examinados de modo a extrair uma combinação única para identificar o indivíduo. Uma de sua falhas consiste no fato de que diferentes angulações da posição do rosto em relação a câmera podem gerar uma discordância na comparação do software.


Biometria da Íiris

Biometria da Íiris

Identificação da Íris: Entre o 7º e o 8º mês de gestação se forma o tecido que reveste a íris. Até mesmo gêmeos idênticos possuem características próprias da íris. Com um tamanho de cerca de 11mm a íris proporciona por volta de 266 pontos únicos de identificação, e como a íris está protegida atrás da córnea a probabilidade de danos ao tecido é mínima. A probabilidade de haver dois individuos com íris semelhantes é de 1 em 2,9 bilhões. Sua desvantagem é que é considerada uma técnica invasiva uma vez que a comparação é feita através de um feixe de laser que incide direto nos olhos do indivíduo.

Biometria - Reconhecimento da Voz

Biometria - Reconhecimento da Voz

Reconhecimento da Voz: O reconhecimento da voz funciona através da dicção de uma frase que funciona como senha. O som da voz humana é causado pela ressonância e comprimento das cordas vocais, o formato da boca e as cavidades nasais. Quando se fala cria-se vibrações no ar. O conversor analógico-digital traduz essas vibrações em sinais digitais. O sistema ainda filtra o som para remover ruídos indesejados. Como desvantagem esta técnica pode-se destacar o fato da pessoa adquiria algum tipo de doença que afete o timbre da voz, por exemplo um resfriado, ainda existe o caso de pessoas com timbres de voz parecidos serem confundidas pelo equipamento.


Biometria da Retina

Biometria da Retina


Identificação da retina: A retina, parede do fundo do olho, possui características ímpares formadas por um
conjunto de vasos sanguíneos que criam um desenhomuito parecido com mapas hidrográficos. O padrão de vasos sanguíneos da retina é a característica com maior garantia de singularidade que uma pessoa pode possuir. O processo consiste em mapear a posição das veias sanguíneas. Infelizmente pesquisas médicas mostram que algumas doenças podem com o tempo modificar as características da retina.


Fonte: Papo Nerd

Aug
25
2010
-

Tribunais regionais testam sistema eleitoral neste sábado

Simulação de Votação

Simulação de Votação

Tribunais regionais eleitorais (TREs) de 25 estados e do Distrito Federal realizam neste sábado (21) uma eleição simulada com o objetivo de testar os sistemas e programas que serão utilizados nas eleições de outubro. As simulações foram determinadas pelo próprio TSE, a fim de corrigir eventuais equívocos que possam haver no sistema antes da realização do pleito.
O processo será realizado em todos os cartórios e zonas eleitorais dos estados participantes. O Rio Grande do Norte é o único estado onde a simulação será feita no próximo sábado (28). O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Ricardo Lewandowski, deverá acompanhar os testes no estado, encerrando, com isso, os treinamentos dos sistemas.
saiba mais
Eleitor terá que levar documento de identificação com foto para votar
Brasil pode ter todas as urnas biométricas em oito anos, diz Britto
Em cada zona eleitoral devem ser instaladas, no mínimo, três sessões para os testes. A eleição simulada contará com candidatos fictícios, com desenhos e fotos de animais no local da imagem dos candidatos. Os números e nomes utilizados na simulação também serão fictícios.
Segundo o TSE, o objetivo é fazer uma ensaio com todas as etapas que envolvem o processo, desde o cadastro eleitoral, a votação e totalização dos resultados. A novidade deste ano será a utilização de urnas com leitor biométrico, que permite o voto por meio de impressões digitais. Ao todo, 60 municípios em 23 estados testarão o novo equipamento neste sábado. O novo sistema, que deverá ser ampliado nas próximas eleições, tem como principais objetivos impedir um eleitor vote pelo outro.
Cerca de 1,1 milhão de eleitores utilizarão a urna biométrica para votar. Só em Canoas, no Rio Grande do Sul, a estimativa chega a 200 mil eleitores. Será a cidade em que mais pessoas vão testar o novo sistema nas eleições deste ano. A expectativa do TSE é de que a biometria seja implementada em todo o país até as eleições de 2018. Até lá, os gastos previstos para adequar o novo sistema estão estimados em R$ 450 milhões.
A eleição simulada vai contar com a participação de eleitores verdadeiros, que serão convidados pelos cartórios eleitorais a participar da simulação. Na eleição deste ano, além do título de eleitor, os votantes terão de apresentar um documento com foto para poder votar. A regra vale tanto para quem vai votar nas urnas eletrônicas tradicionais ou no novo sistema biométrico. O eleitor poderá apresentar os seguintes documentos: carteira de identidade, identidades funcionais, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.

Fonte: G1

Template: TheBuckmaker.com Wordpress Themes | Greengeeks Panel, Urlaub Alpen