Feb
27
2011

Biometria controla frequência de alunos em escola da Praia Grande

Leitor Biometrico

Leitor Biometrico

Controlar a presença e a frequência de alunos é uma realidade comum e antiga em qualquer escola, sempre realizada através das listas de chamada em papel. Mas, visando mais segurança, as tecnologias vêm sofisticando cada vez mais as formas de monitoramento de acesso dos estudantes.

Alunos do 1º ao 5º ano da Escola Municipal Roberto Mário Santini da cidade de Praia Grande, litoral de São Paulo, por exemplo, utilizam – desde maio deste ano – um sistema de frequência digital da Madis Rodbel – uma das principais empresas fabricantes de relógio de ponto e controle de acesso do País.

O mecanismo é de um coletor de dados biométricos – o MD 5705 da Madis Rodbel. O aparelho registra a presença do estudante, por meio da leitura biométrica do dedo indicador. De acordo com o chefe da Coordenadoria de Programas de Inclusão Digital da cidade, Marcos Pastorello, “o sistema envia aos pais, diariamente, um e-mail informando o horário exato que o aluno entrou e saiu da sala de aula da escola”. Pastorello complementa que “a partir de agosto deste ano, os pais também começaram a receber esses avisos por meio de mensagens de texto via celular, em caso de ausência do filho”.

Os principais benefícios do projeto são os controles: de diário de classe, de merendas, evasão escolar, acompanhamento do programa Bolsa Família (que se baseia na frequência dos alunos para manter o benefício) e envio de e-mail e SMS para os responsáveis pelos estudantes. O desperdício de alimentos (merenda) é evitado por meio de um computador. A cozinha da instituição recebe em tempo real o número exato de alunos que estão na escola para fazer a quantidade ideal de comida.

De acordo com o vice-presidente da Madis Rodbel, Rodrigo Pimenta, esse é o primeiro projeto da empresa voltado para controle de frequência em uma instituição de ensino. “Estamos experimentando e como projeto-piloto já percebemos ótima aceitação da escola, dos pais e dos próprios alunos. O objetivo é que o sistema digital elimine de vez a lista de presença e aumente a segurança e controle das crianças na rotina casa-escola e vice-versa”, afirma Pimenta.

O MD 5705 da Madis Rodbel tem capacidade para 500 usuários comunicação TCP/IP em real time, utilizando sistema RBAcesso SQL integrado com software desenvolvido pela Coordenadoria de Programas de Inclusão Digital da Secretaria de Educação – Prefeitura Municipal da Praia Grande.

Na Escola Municipal Roberto Mário Santini foram instalados 14 leitores biométricos, já que a instituição possui 14 salas de aula. Atualmente, o sistema está atendendo cerca de 600 alunos nessa unidade escolar.

Segundo a Coordenadoria de Programas de Inclusão Digital da Secretaria de Educação, o sistema pretende incluir também as notas e outras informações sobre o desempenho do estudante, que serão enviados diretamente para os e-mails dos professores. Além disso, a Secretaria de Educação adquiriu 48 novos equipamentos para serem instalados em 5 novas escolas em 2011, contemplando 3100 alunos, perfazendo um total de 3700.

Fonte: Minha Notícia

No Comments

Comments are closed.

RSS feed for comments on this post.


Template: TheBuckmaker.com Wordpress Themes | Greengeeks Panel, Urlaub Alpen