Aug
25
2010

Tribunais regionais testam sistema eleitoral neste sábado

Simulação de Votação

Simulação de Votação

Tribunais regionais eleitorais (TREs) de 25 estados e do Distrito Federal realizam neste sábado (21) uma eleição simulada com o objetivo de testar os sistemas e programas que serão utilizados nas eleições de outubro. As simulações foram determinadas pelo próprio TSE, a fim de corrigir eventuais equívocos que possam haver no sistema antes da realização do pleito.
O processo será realizado em todos os cartórios e zonas eleitorais dos estados participantes. O Rio Grande do Norte é o único estado onde a simulação será feita no próximo sábado (28). O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Ricardo Lewandowski, deverá acompanhar os testes no estado, encerrando, com isso, os treinamentos dos sistemas.
saiba mais
Eleitor terá que levar documento de identificação com foto para votar
Brasil pode ter todas as urnas biométricas em oito anos, diz Britto
Em cada zona eleitoral devem ser instaladas, no mínimo, três sessões para os testes. A eleição simulada contará com candidatos fictícios, com desenhos e fotos de animais no local da imagem dos candidatos. Os números e nomes utilizados na simulação também serão fictícios.
Segundo o TSE, o objetivo é fazer uma ensaio com todas as etapas que envolvem o processo, desde o cadastro eleitoral, a votação e totalização dos resultados. A novidade deste ano será a utilização de urnas com leitor biométrico, que permite o voto por meio de impressões digitais. Ao todo, 60 municípios em 23 estados testarão o novo equipamento neste sábado. O novo sistema, que deverá ser ampliado nas próximas eleições, tem como principais objetivos impedir um eleitor vote pelo outro.
Cerca de 1,1 milhão de eleitores utilizarão a urna biométrica para votar. Só em Canoas, no Rio Grande do Sul, a estimativa chega a 200 mil eleitores. Será a cidade em que mais pessoas vão testar o novo sistema nas eleições deste ano. A expectativa do TSE é de que a biometria seja implementada em todo o país até as eleições de 2018. Até lá, os gastos previstos para adequar o novo sistema estão estimados em R$ 450 milhões.
A eleição simulada vai contar com a participação de eleitores verdadeiros, que serão convidados pelos cartórios eleitorais a participar da simulação. Na eleição deste ano, além do título de eleitor, os votantes terão de apresentar um documento com foto para poder votar. A regra vale tanto para quem vai votar nas urnas eletrônicas tradicionais ou no novo sistema biométrico. O eleitor poderá apresentar os seguintes documentos: carteira de identidade, identidades funcionais, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.

Fonte: G1

No Comments

Comments are closed.

RSS feed for comments on this post.


Template: TheBuckmaker.com Wordpress Themes | Greengeeks Panel, Urlaub Alpen